Home > as cats > JULIANA MAESTRI

Meu nome é Juliana, tenho 32 anos e fui diagnosticada com câncer de mama metastico (HER2 positivo). Tudo começou em abril desse ano quando comecei a sentir dores no seio esquerdo. Não me preocupei muito porque sempre escutei que câncer não doía (ditado popular), mas fui na emergência e depois de fazer a ressonância fui na minha ginecologista. Ela me mandou fazer a biópsia, mas mesmo assim eu achava que não seria nada. Então depois do dia das mães eu fui com o resultado em mãos a uma mastologista. Ela abriu e disse que era tumor maligno. Chorei muito! Meu pai foi comigo na consulta. Na saída da medica ele me abraçou e chorou. Detalhe, se eu vi meu pai chorar 2x na minha vida toda foi muito. Então começamos aquela bateria de exames e até então eu tava crente que seria somente a cirurgia e fim. Foi quando na cintilografia óssea brilhou algo, porém eu não sabia porque meus pais não me contaram pois era meu aniversário. Então eles foram num oncologista e eu não fui. Eu estava trabalhando e era meu aniversário. Decidi que iria comemorar muito. E graças às minhas amigas foi um dos aniversários que mais me diverti. Tenho sorte de ter anjos em minha vida que posso chamar de amigas. Quando meus pais me contaram que tinha mais alguma coisa, fui obrigada a ir no oncologista (o que eu não queria de jeito nenhum). Foi quando descobri que teria que passar pela quimioterapia. Meu mundo desabou, chorei, relutei, quase entrei em depressão. Eu não queria sofrer e não queria perder meus cabelos. Quando vi quer era inevitável fui atras de lenços e um cabelo pra usar. Começando as químicos não me senti tão mal. Foram 6 ciclos de quimio ( fiz semanalmente, cada 3 fechava 1 ciclo). Meu oncologista teve muita paciência com minhas crises de choro, questionamentos, momentos de raiva. Discutimos algumas vezes, nem sei como ele me aturou. E vai ter que me aturar o resto da vida, pois precisarei tomar a medicação de controle pra sempre, ou até inventarem algo mais moderno.
Sobre meu cabelo. Começou as químios e eu achando que cairia logo em seguida (devido aos relatos de pessoas), porem o tempo começou a passar e meu cabelo ali firme. Ele começou a a cair no dia 8 de Julho e eu iniciei as quimios no dia 9 de Junho. Só que começou muito leve, e foi assim até início de setembro onde se intensificou a queda. Porém eu sempre tive muito cabelo, tinha cabelo pra 4 cabeças (como diziam as cabeleireiras). Agora com o fim da quimio meu cabelo tá mais ralo e fraco, mas ainda to com cabelos. Posso dizer que tenho ainda mais cabelo que muitas mulheres, mas isso porque sempre tive muuuuuuuuuito cabelo. Meu tumor diminui e estou muito feliz de ter terminado essa fase de quimio. Agora é controlar e rezar. Posso dizer que sou mto abençoada por Deus por ter a família e amigos que tenho. Minha mãe quase se mudou pra minha casa, meu Irmão e eu ficamos mais próximos e meu pai fez toda a parte de convênio e burocracias. Minhas amigas não me deixaram nem um minuto. Fui cercada de amor por todos os lados. Fora as amigas virtuais com mesmo diagnóstico que me apoiaram muito! Apesar de muitas vezes chorar e me revoltar , eu sei que Deus foi muito bom comigo durante esse período e na minha vida toda. Espero que meu relato de forças para alguém, assim como varios me deram forças para continuar.  Estou com um pouco menos de cabelo que a última foto de setembro, mas da pra ver mais ou menos como foi. O pior pra mim foi a queda dos cabelos, não posso negar que chorei muito e ainda choro. Fiz a ultima quimio sexta (23 de setembro). Agora é esperar a queda parar e que a doença controle.

Comentários

comentário

Deixe um comentário