Home > Acontece > DIA MUNDIAL DO CÂNCER LEMBRA QUE DIAGNÓSTICO PRECOCE É O MAIS INDICADO NO COMBATE À DOENÇA

DIA MUNDIAL DO CÂNCER LEMBRA QUE DIAGNÓSTICO PRECOCE É O MAIS INDICADO NO COMBATE À DOENÇA

O Dia Mundial do Câncer é celebrado no próximo sábado, 4 de fevereiro. A data, instituída em 2005 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas mundialmente. Com o conceito “Nós podemos. Eu posso”, a campanha pretende mostrar como todos – em grupo ou individualmente – podem reduzir o impacto do câncer.

Segundo a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) para 2016/2017, o Brasil deve registrar 596 mil casos de câncer. Entre os homens, são esperados 295.200 casos e entre as mulheres, 300.800. Mundialmente, a incidência do câncer cresceu 20% na última década.

Neste ano, o INCA escolheu como tema para a data o câncer infantojuvenil, considerado a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes na faixa de 5 a 19 anos no Brasil. Cerca de 80% das crianças e adolescentes acometidos de câncer podem ser curados se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados.

O diagnóstico precoce ainda é a melhor forma de combater o câncer. As campanhas de conscientização atuam de forma efetiva sobre a população. “O intuito das campanhas é de realmente estimular a sociedade a ir ao médico, procurar por exames preventivos”, ressalta Marcio Almeida, médico oncologista da Aliança Instituto de Oncologia.

Segundo o médico, muitos casos de câncer podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis no dia a dia. Pacientes devem ficar atentos às seguintes situações:

– Fazer sempre um auto avaliação com frequência;

– Observar aparecimento de lesões na boca;

– Manter uma boa higiene oral;

– Evitar fumar;

– Evitar ingestão de bebidas alcoólicas. O excesso de álcool pode causar câncer de boca, língua, garganta, câncer de fígado e câncer de pâncreas;

– Fazer uso de preservativo durante as relações sexuais;

– Manter uma boa higiene íntima

Fonte: A Crítica

Comentários

comentário

Deixe um comentário