Home > as cats > ANGELA LOURENÇO

Oiii Cats! Meu nome é Angela. Faz tempo que queria fazer um post contando um pouco de mim depois que descobri o câncer e ontem dia 10 de dezembro faz um ano que comecei meu tratamento, por isso gostaria de compartilhar meu relato aqui, nessa rede que tanto me ajudou.

Fui diagnosticada com câncer de mama em novembro passado, aos 38 anos e sou o primeiro caso na família. Descobri o caroço na mama esquerda no auto-exame. Meu diagnóstico foi de carcinoma invasivo grau III, Her 2 positivo e linfonodos axilar positivos.

Fiz a quimioterapia neoadjuvante para redução do tumor e tivemos bons resultados. Em abril parei para fazer a cirurgia, o cabelo que tinha caído voltou a crescer. Em junho recomeçamos a quimioterapia e o cabelo voltou a cair. Foram um total de 8 sessões de quimo a cada 21 dias.

A cirurgia a princípio seria mastectomia radical esquerda com esvaziamento axilar, mas ao fazer os exames pré-operatórios fui surpreendida na ressonância com um nódulo de 1,0 cm suspeito na mama direita, que até então não existia. Como não havia tempo de fazer biópsia, pois a cirurgia já estava marcada, eu e a equipe médica que me acompanha decidimos pela mastectomia simples da mama direita também, com isso fiz a reconstrução com expansor bilateral. Não deu nada na biópsia da mama direita.

Em setembro iniciei a radioterapia. Foi cansativo, 28 sessões diárias. Mesmo tomando todos os cuidados com hidratação a pele ficou bastante sensível já no final das sessões, mas deu para finalizar o planejamento. Mais uma etapa vencida!

Sei que o caminho a percorrer ainda é longo. O tratamento com o herceptin continua a cada 21 dias até completar o ciclo de 1 ano. Também estou fazendo tratamento antihormonal injetável a cada 28 dias que será por 2 anos e oral por 5 cinco anos.

Assim que descobri o câncer tive medo, não posso negar. Tive medo pelo meu filho de 8 anos, por minha família, por mim. Mas graças a Deus não estou sozinha nessa, tenho meu marido, minhas irmãs, meu pai, minha vozinha de 80 anos que reza todos os dias por mim, e minha mãe maravilhosa, que se faz presente em todos os momentos e esteve comigo nas químios e esteve aqui em casa me ajudando desde que fiz a cirurgia. Tenho amigos queridos que me acompanham às consultas sempre que preciso e que me dão muita força mesmo de longe. E isso não tem preço.

Tudo isso me fez descobrir ser mais forte do que jamais imaginei.

Um abraço bem apertado a todas que lutam bravamente como eu. Somos maiores e mais fortes que isso!

13342985_10206757300510773_3137569241034409082_n img-20151210-wa0006

Comentários

comentário

Deixe um comentário